Horários da Santa Missa Paróquia São Paulo Apóstolo

Artigos & Reflexões

Nossa Senhora da Ponte

Nossa Senhora da Ponte

s o, testemunham o terno amor do povo cristão de todas as épocas e culturas para com Nossa Senhora. Contudo, Maria Santíssima foi, é e sempre será uma só, a Virgem Mãe de Jesus. No Brasil, a invocação de Nossa Senhora da Ponte em Sorocaba é única.Algumas hipóteses históricas para a fixação dessa devoção trazida nos idos de 1654 pelo fundador Baltazar Fernandes, bandeirante procedente com a família e agregados de Santana do Parnaíba, são levantadas. Uma delas atribui-lhe origens portuguesas, dado à veneração à Santa Maria da Ponte na região do Minho, na cidade de Ponte de Lima, próxima à sede arquidiocesana de Braga (Portugal). O pároco da localidade na época era primo de Baltazar e, anos antes, estivera junto ao leito de morte da tia, em Santana do Parnaíba; poderia ter trazido consigo uma cópia da imagem de sua Padroeira, Nossa Senhora da Ponte, e entregue ao futuro fundador de Sorocaba. Outra, porém, até atribui à própria ponte que já existia sobre o rio Sorocaba quando o fundador Baltazar Fernandes e os primeiros povoadores aqui chegaram. Preferimos acreditar nas origens portuguesas da devoção, pois o rio Sorocaba e a ponte deixada no final do século XVI pelos Sardinha (pai e filho) que vieram explorar o Morro do Araçoyaba (conhecido popularmente hoje como Morro de Ipanema) em busca de ouro ficavam bem distantes para a época do local onde foi construída a primitiva Capela de Nossa Senhora da Ponte (depois com a construção da primeira Matriz em 1665/1666, no local em que está a atual Catedral Metropolitana, esta Capela foi anexada ao recém-fundado Mosteiro de São Bento (os Padres Beneditinos chegaram em 1660), recebendo inicialmente o orago de Nossa Senhora da Anunciação, passando à igreja de Sant’Ana, como até hoje, em meados do século XVIII, com a chegada de Portugal do atual retábulo e da belíssima imagem de Sant´Ana Mestra. A imagem da Virgem da Ponte A atual imagem de Nossa Senhora da Ponte na igreja da Catedral Metropolitana não é aquela primitiva trazida a Sorocaba pelo fundador Baltazar Fernandes em fins de 1654. Trata-se de uma segunda, esculpida em madeira por encomenda da Paróquia de Sorocaba (então ligada à Diocese de São Paulo) na cidade do Porto (Portugal) e data de 1771. Tem estilo barroco e pesa mais ou menos 300 quilos. Traz o Menino Deus no braço esquerdo e o cetro na mão direita. Foi o Papa João XXIII quem, a 1° de julho de 1960, declarou oficialmente Nossa Senhora da Ponte como Padroeira da Cidade e da Diocese de Sorocaba, hoje Arquidiocese.fonte: site Arquidiocese de Sorocaba

Compartilhar: