Já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. Gl 2, 20 Horário missas online e presenciais: sábado às 18h e Domingo 9h e 19h

Artigos & Reflexões

Você sabe o que significa a Oitava de Natal?

Você sabe o que significa a Oitava de Natal?

Entre os dias 25 de dezembro e 1º de janeiro a Igreja celebra a Oitava do Natal, ou seja, oito dias em que vive-se a exultação da Festa do Nascimento de Jesus A Oitava de Natal está historicamente relacionada à Oitava da Páscoa. Padre Rafael explica que o Ano Litúrgico "é marcado por duas grandes celebrações", a festa da Páscoa e a festa do Natal. A festa da Páscoa surgiu primeiro, logo após a morte de Jesus, pelos primeiros cristãos "que passaram a se reunir para realizar o mandato do Senhor de celebrar em sua memória", assinala o religioso. Já o Natal surgiu bem depois. A Igreja passou a celebrá-la oficialmente apenas no século IV. Dada a importância dessas celebrações para a Igreja, surgiu então a Oitava de Páscoa e a Oitava de Natal, como um "tempo especial de graças" em que todos os fiéis podem vivenciar por mais dias, as bênçãos de Deus neste período. A Oitava de Natal exprime de forma especial "um aspecto do testemunho do mistério da Encarnação", ou seja, nesse período "nos concentramos mais uma vez sobre o grande mistério de Deus que desceu do Céu para entrar na nossa carne" (cf. Papa emérito Bento XVI, 9 de janeiro de 2013). A festa de Santo Estevão, o primeiro mártir, no dia 26 de dezembro, recorda especialmente o testemunho do amor que perdoa dado por Estevão em seu martírio. Nele realizou-se de modo exemplar a figura do mártir imitador de Cristo. Ele contemplou a glória do Ressuscitado; proclamou a sua dignidade. Por isso, nós temos nele um aspecto do mistério da Encarnação de Cristo. Fonte Portal A12

Compartilhar: